robertocamarajr/ Março 18, 2019/ Blog, Notícias/ 0 comments

Inscrições abertas para o 2º Programa de Criação do Google Podcasts com a PRX.

Inscrições abertas para o 2º Programa de Criação do Google Podcasts com a PRX.
Segundo o próprio Google, “o programa de criação de podcasts do Google busca aumentar a diversidade de vozes no setor globalmente e diminuir as barreiras ao podcasting. Equipes selecionadas receberão financiamento inicial e participarão de um programa de treinamento intensivo.”

Na prática significa que os projetos aprovados, terão um curso intensivo de 20 de semanas, incluindo – mas não por todo o período – aulas in loco na PRX Podcast Garage em Boston, Massachusetts, nos Estados Unidos.
Isso sem contar com os U$40,000.00 (cerca de R$151.000,00) para por seu projeto em prática.

É bom lembrar que o foco do programa é a diversidade. Ou seja, o que eles procuram são projetos que:

Representem uma variedade de geográfica, histórias, visões, vozes e estilos
Seja identificado como marginalizado no cenário atual de podcasting – seja devido a raça, etnia, gênero, religião, histórico econômico, orientação sexual, idade, habilidades físicas ou algum outro motivo – ou pretenda alcançar um público que se identifique como marginalizado no horizonte do podcasting

  • Tenha uma ideia de podcast nova e atraente
  • Tenha uma noção do público que eles estão tentando alcançar
  • Tenha uma noção de como o show deles soará
  • Está interessado em tornar seus podcasts sustentáveis em termos de crescimento de receita e audiência.

Trocando em miúdos, seu podcast sobre o mundo geek, filmes, séries e/ou humor, está provavelmente fora, mas quem sabe? Vai que você tem algo que se encaixe nos parámetros do projeto?

Detalhes sobre o programa são destrinchados neste FAQ – que tanto o Google quanto eu recomendam a leitura.
Nesta Quinta-feira, 14 horas (horário de Brasília) haverá um Webminar com o diretor do programa, Mark Pagán, onde mais dúvidas poderão ser tiradas. As inscrições podem ser feitas através deste link.

Ah! Lembrando que, apesar de aceitarem Podcasts em qualquer língua, é necessário saber bem inglês para participar do curso, e até mesmo para preencher o formulário de inscrição, que começam hoje, 18 de março e vão até 14 de abril, às 23:59, horário do leste nos Estados Unidos


Pelo feed

Uma pesquisa feita pela Edison Research e liberada na semana passada mostrou números surpreendentes para o mercado americano de Podcasts.

Segundo a pesquisa, 70% dos americanos com mais de 12 anos já estão familiarizados com a palavra “Podcasting”. Nada mal. No entanto, como observado por Edison, a conscientização não significa necessariamente compreensão, isso quer dizer que é perfeitamente possível que muitos desses americanos ainda não saibam o que a palavra realmente significa. Ainda assim já é um primeiro passo.

51% dos americanos relataram ter ouvido um podcast pelo menos uma vez na vida. O que significa dizer que mais da metade dos americanos deram uma chance a essa coisa. Não significa que eles continuaram ouvindo, mas a proporção de americanos que o fizeram parece ter aumentado …
32% dos americanos relatam ter ouvido um podcast no último mês. Para reformular em termos mais precisos: quase um terço dos americanos podem ser considerados ouvintes ativos.

Houve crescimento na escuta mensal em todas as faixas etárias estudadas (digno de nota: idade 12-24 saltou dez pontos percentuais).

O número médio de podcasts consumidos na última semana entre ouvintes semanais de podcasts permaneceu em sete, igual ao número registrado no ano passado. Vale a pena notar que o número permaneceu o mesmo, apesar do crescimento do podcast em todo o painel; que o número não caiu ou se diluiu, o que sugere que as pessoas estão sendo devidamente doutrinadas no meio.

Este é realmente interessante: mais da metade (53%) dos usuários mensais do Spotify com idades entre 12 e 24 anos relataram ser ouvintes mensais de podcasts, 32% no ano passado. Boas notícias para o Spotify.
Podcasting cresceu ligeiramente como a “fonte de áudio usada com mais frequência no carro” – agora em 4%, acima dos 3% do ano passado. Em contraste, a rádio AM / FM está agora em 52%, abaixo dos 56% do ano passado.

Lembrando novamente que estes números refletem o mercado dos Estados Unidos, mas sou otimista. Blogs, e até vídeos de gatinhos explodiram primeiro por lá e só depois de um tempo encontram o jeitinho brasileiro.

Quem se interessar pela pesquisa completa, basta clicar aqui. Eu me contentei com uma matéria do NY times, admito.

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.